Professores da Bahia fazem 3 dias de greve


Os professores do Estado da Bahia, redes municipal e estadual, decidiram paralisar as suas atividades nesta segunda, terça e quarta-feira (17, 18 e 19 de março). O movimento adere à greve nacional convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), que tem como principais reivindicações o cumprimento da lei do Piso, carreira e jornada; investimento dos royalties de petróleo na valorização da categoria; votação imediata do plano nacional de educação; destinação de 10% do PIB para a educação pública e contra a proposta dos governadores e o INPC.
Na próxima segunda-feira, às 09h, acontece um debate no Colégio Central, sobre o tema “Conjuntura e Plano de Carreira”. No mesmo dia, às 15h, os trabalhadores em engrossam a Caminhada das Mulheres pelas ruas do Centro de Salvador, seguindo em direção à Praça Castro Alves.
Na terça-feira, também às 9h, acontece uma manifestação, na Praça da Piedade, em reunindo todos os trabalhadores em educação, redes municipal e estadual. Na quarta-feira, no mesmo horário, acontecerá o Seminário “50 Anos do Golpe Militar”, no Colégio Central (Nazaré).

Curta www.facebook.com/oquetemnacidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.